Kiss - Quadro Mini Guitarra Ace Frehley

Kiss mini guitarra ace frehley


mini guitarra ace frehley
     Kiss - Quadro Mini guitarra Ace Frehley. O Kiss e seu hard rock foram formados em Nova Iorque em 1973 por Paul Stanley e Gene Simmons. Conhecida mundialmente por suas maquiagens, e por seus concertos que incluem guitarras esfumaçantes, cuspir fogo e sangue, pirotecnias e outros efeitos. Antes de chegarem à sua formação atual, a banda passou por algumas mudanças, sendo Stanley e Simmons os dois últimos integrantes da formação original da banda. O Kiss já recebeu 28 discos de ouro. A banda já vendeu mais de 40 milhões de álbuns somente nos Estados Unidos, e desde sua formação já vendeu mais de 100 milhões de álbuns.
       Constitui um dos maiores impactos culturais da década de 1970, valendo-se de roupas e, sobretudo, maquiagens nunca antes vistas, que marcariam a história da música. Seus dois fundadores são Paul Stanley (guitarra base e vocal) e Gene Simmons(baixo e vocal), que ficaram frustrados com o fim de uma banda que formavam, chamada Wicked Lester, decidindo, assim, procurar novos integrantes para uma nova banda. Encontraram tais integrantes através de anúncio de jornal - Ace Frehley(guitarra solo e vocal) e, pela revista Rolling Stone, Peter Criss (bateria e vocal). A formação original da banda, Paul Stanley, Gene Simmons, Ace Frehley e Peter Criss foi introduzida ao Rock and Roll All Fame em 10 de abril de 2014, quase 15 anos depois após tornar-se elegível.
       O Kiss usou as maquiagens entre 1973 e 1983 e somente voltou a usar na Reunion Tour em
kiss mini guitarra ace frehley
Foto: Llann Wé
1996. Após a primeira saída de Peter Criss e Ace Frehley, na década de 1980, os novos membros (Eric Carr e Vinnie Vincent) usaram suas próprias maquiagens. Porém, quando a banda retornou com a Reunion Tour, Peter Criss e Ace Frehley voltaram com suas maquiagens originais e, mesmo após nova saída de ambos, os novos membros Eric Singer e Tommy Thayer deram continuidade as maquiagens da formação original.

Kiss no Brasil

       Em junho de 1983, a banda foi para Brasil e realizou três shows nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais. No Rio, o show foi realizado no Maracanã, com aproximadamente 200 mil pessoas no primeiro show da turnê, pelo menos 30% através da "janela", já que houve invasão e arrombamento de portões nos três shows. O primeiro show teve cobertura do canal televisivo Rede Globo que fez até um especial com a banda.
       Em 27 de agosto de 1994, o Kiss volta ao Brasil pela segunda vez. Eles tocam no festival Philips Monsters of Rock, como atração principal. O show foi em São Paulo, no Estádio do Pacaembu.
mini guitarra kiss Ace Frehley
Foto: Llann Wé
       Psycho Circus, lançado em 1998 vem com uma nova turnê. Posteriormente, foi lançada uma versão dupla do álbum, cujo segundo disco continha músicas gravadas durante um concerto da turnê, a Psycho Circus Tour, que teve dois concertos no Brasil, um em Porto Alegre, no Jockey Club; e outro no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, ambos em 1999.
       Em 2009, a banda se apresentou no Brasil, ainda pela Kiss Alive 35 World Tour. Foram dois shows, o primeiro em São Paulo, dia 7 de abril, na Arena Anhembi e na Praça da Apoteose, no Rio de Janeiro, no dia seguinte.
      Em Novembro de 2012, o Kiss voltou ao Brasil, com shows em Porto Alegre, São Paulo e Rio de Janeiro. Os shows encerraram a Monster Tour na América do Sul. As apresentações no Brasil tiveram faixas cantadas por todos os integrantes, inclusive Tommy Thayer, que havia estreado nos vocais no álbum anterior em "When Lightning Strikes". Apenas três das faixas apresentadas eram do novo álbum: "Hell or Hallelujah", "Wall of Sound" e "Outta This World", e nenhuma do anterior.
       Em 2015 o Kiss volta ao Brasil, com shows em Florianópolis, Curitiba, Belo Horizonte, Brasília e São Paulo, no festival Monsters of Rock.

Tags: miniluthieria, mini guitarra, miniatura de guitarra, Ace Frehley, Kiss.

Mini Guitarra Willian Lee




      Willian Lee é mineiro de Belo Horizonte! Compositor, guitarrista e cantor, em sua carreira de guitarrista tocou com Sergio Reis, Donizete entre outros músicos de destaque. Willian é fenômeno na internet, tem sua voz e o som da sua guitarra reconhecida no Brasil e em várias partes do mundo. Em 2011 gravou o seu primeiro CD pela C.A.D.M. Records.
           Sem dúvida, esse mineiro é o maior guitarrista de rua do país! Willian Lee foi homenageado por uma grande fã com o quadro inspirado em seu florido instrumento! Aceitamos o desafio que nos proporcionou conhecer esse artista de papo legal e carisma excepcional!

Quadro Rock in Roll com Mini Guitarra

        Traga sua ideia para o artista e tenha sua mini guitarra personalizada com um trabalho exclusivo! Seu ambiente não será mais o mesmo com instrumentos musicais em miniatura da Miniluthieria! Violões, guitarras, baixos e outros instrumentos de corda em miniaturas são a nossa especialidade. Além de transformar o visual da sua casa, o quadro de instrumento musical da Miniluthieria mostra-se como uma alternativa diferente de presentear os fãs da música. Você vai se encantar e surpreender quem você gosta com miniaturas lapidadas à mão pelo artesão especialista no assunto. Faça como vários artistas, admiradores de música e arte! Entre em contato, peça um orçamento e levante o astral da sua casa!





Quadro Guitarra Led Zeppelin Jimmy Page

mini guitarra jimmy page led zeppelin

mini guitarra jimmy page led zeppelin
     Quadro Guitarra Led Zeppelin Jimmy Page.
    Led Zeppelin foi uma banda britânica de rock, formada em Londres em setembro de 1968. A banda consistia no guitarrista Jimmy Page, o vocalista Robert Plant, o baixista e tecladista John Paul Jones e no baterista John Bonham. Com o seu som pesado de guitarra, e o som de blues rock de seus dois primeiros álbuns, o Led Zeppelin é frequentemente reconhecido como um dos progenitores do hard rock e heavy metal. O estilo único da banda criou uma grande variedade de influências, e eles são amplamente considerados um dos grupos de rock de maior sucesso, inovação e influencia na história.
     Depois de mudar seu nome de New Yardbirds, o Led Zeppelin assinou um acordo favorável com a Atlantic Records, que ofereceu-lhes uma considerável liberdade artística. O grupo não gostava de lançar suas canções como singles, pois eles viam os seus álbuns como indivisíveis e uma completa experiência de escuta. Embora inicialmente impopular com os críticos, o grupo conseguiu um impacto comercial significativo nas vendas de Led Zeppelin, Led Zeppelin II, Led Zeppelin III, o seu quarto álbum sem título, Houses of the Holy, e Physical Graffiti. Seu quarto álbum, que apresenta a faixa "Stairway to Heaven", está entre as obras mais populares e influentes do rock, e ajudou a cimentar a popularidade do grupo.
     Álbuns posteriores do grupo visaram uma experimentação maior e foram acompanhados por extensos
mini guitarra jimmy page led zeppelinrecordes e concertos que renderam à banda uma reputação pelos seus excessos e sua devassidão.         Apesar de terem permanecido bem sucedidos comercialmente e criticamente, a sua produção e agenda de shows foram limitadas no final de 1970, e o grupo se desfez após a morte repentina de Bonham em 1980. Desde então, ao decorrer das décadas, os membros sobreviventes esporadicamente colaboraram e participaram de raras reuniões juntos. O mais bem sucedido deles foi em 2007 no Ahmet Ertegun Tribute Concert, em Londres, com Jason Bonham no lugar de seu falecido pai, na bateria.
mini guitarra jimmy page led zeppelin     Led Zeppelin é amplamente considerado como um dos grupos de rock mais bem sucedidos, inovadores e influentes da história. Eles são um dos artistas que mais venderam na história da música, várias fontes estimam recordes de vendas do grupo entre 200 a 300 milhões de unidades em todo o mundo. Com 111,5 milhões de unidades certificadas pela RIAA, eles são a segunda banda de maior recorde de vendas de discos nos Estados Unidos. Cada um de seus nove álbuns de estúdio foram colocados no Billboard Top 10 e seis deles atingiram o número um. A revista Rolling Stone descreveu como "a banda mais pesada de todos os tempos", "a maior banda dos anos 70" e "sem dúvida, uma das bandas mais marcantes da história do rock". Eles foram introduzidos no Rock and Roll Hall of Fame em 1995, sua biografia no museu demonstra que a banda era "tão influente na década dos anos 1970, como os Beatles na década anterior".

Quadro Mini Guitarra Randy Rhoads - Ozzy Osbourne

Quadro Mini Guitarra Randy Rhoads - Ozzy Osbourne
    Quadro Mini Guitarra Randy Rhoads - Ozzy Osbourne
   Randy Rhoads ficou ofamoso pela participação nos álbuns Blizzard of Ozz e Diary of a Madman com Ozzy Osbourne. Foi considerado o 36º melhor guitarrista de todos os tempos pela revista norte-americana Rolling Stone.
   Aos treze anos ele formou pequenas bandas e, aos quinze, começou a dar aulas na escola de sua mãe, tornando-se um professor muito requisitado. A carreira de Rhoads decolou em 1973, quando ele entrou no Quiet Riot. Seu carisma e talento na guitarra garantiram-lhe uma legião de fãs locais. Nessa época ele começou a usar sua Flying V preta com acabamento de "bolinhas" brancas, construída por Karl Sandoval. Ele também tocava muito sua Gibson Les Paul 1974 cor creme, a qual virou uma de suas marcas registradas.
   O guitarrista participou dos dois primeiros álbuns da banda: Quiet Riot I e Quiet Riot II. Ozzy Osbourne começou a realizar testes em Los Angeles para encontrar um guitarrista para sua banda. Ele procurava alguém com estilo único e estava tendo muitas dificuldades para encontrá-lo. Ozzy ouviu diversos músicos e já estava sem esperanças de achar o guitarrista certo quando resolveu dar chance a um último músico. Rhoads estava relutante em fazer o teste, mas mesmo assim dirigiu-se ao quarto do hotel onde Ozzy estava hospedado. Ligou sua guitarra em um amplificador de estudo e iniciou seu aquecimento. Apenas começou a afinar a guitarra e Ozzy Osbourne percebeu na hora que havia encontrado a pessoa certa, com estilo próprio.
    Randy gravou os dois primeiros discos de Ozzy, Blizzard of Ozz de 1980 e Diary of a Madman de 1981, e apesar da bem sucedida carreira, tinha idéias de deixar o grupo e dedicar-se à ter aulas de música erudita e a lecionar. Joe Holmes, guitarrista que tocou com Ozzy na turnê do álbum Ozzmosis de 1995 foi um de seus alunos.
Quadro Mini Guitarra Randy Rhoads - Ozzy Osbourne
   Em 19 de março de 1982, Randy Rhoads morre aos 25 anos. No dia anterior, a banda de Ozzy tocou no Civic Coliseum em Knoxville, Tennessee (EUA) e dali iriam para Orlando (Florida) tocar no "Rock Super Bowl XIV" com as bandas Foreigner, Bryan Adams e UFO. A caminho de Orlando passaram pela casa do motorista do ônibus, Andrew Aycock, que vivia em Leesbur (Florida) em Flying Baron Estares. O lugar consistia de três casas, um galpão para avião e uma pista de pouso, cujo dono era Jerry Calhoun. Andrew Aycock precisava de umas peças sobressalentes e pensou em parar ali. Andrew Aycock, que tinha dirigido a noite toda, desde Knoxville, e era piloto, talvez para ser gentil, pegou o avião sem permissão e levou o tecladista Don Airey e o empresário Jat Duncan para dar umas voltas. O certificado médico de Andrew tinha expirado, portanto sua licença para voar não era válida.
   Perto das 9 horas, Andrew deixou os dois passageiros e convidou Randy Rhoads e Rachel Youngblood (fazia as maquiagens) para dar umas voltas. O avião voava baixo e passava zunindo perto do estacionamento onde estava o ônibus, talvez para brincar com o pessoal. Há pouco tempo o piloto havia passado por um divórcio sórdido. Acredita-se que quando a ex-esposa dele entrou no ônibus, ele vôou na direção do mesmo. Passaram três vezes. Na quarta, a asa esquerda do avião raspou no teto do ônibus, bateu num pinheiro e caiu na garagem de Jerry Calhoun explodindo e destruindo tudo. Ozzy Osbourne, Tommy Aldrige, Rudy Sarzo e Sharon Arden, que tinham acordado com o primeiro impacto, achavam que se tratava de um acidente na estrada. Wanda Aycock e Don Airey, atônitos, tinham testemunhado tudo. Ozzy ainda correu para prestar socorro. Ele entrou na casa, que estava em chamas, e salvou um homem, mas infelizmente Randy estava morto. O show em "Rock Super Bowl XIV" foi cancelado e os promotores devolveram os ingressos.

Tags: Quadro Mini Guitarra Randy Rhoads - Ozzy Osbourne, mini guitarra ozzy osbourne, guitarra em miniatura ozzy osbourne

Mini guitarras e ingressos do Show

mini baixo paul mccartney
  Já pensou em resgatar aquele ingresso do melhor show da sua vida guardado lá no fundo da gaveta?
A Miniluthieria te ajuda a criar uma arte exclusiva com a mini guitarra, mini violão, ou o mini contra baixo do seu ídolo. Inspirado nos próprios instrumentos que os astros usaram no show, o artesão criará os mais belos quadros de acordo com o pedido de cada cliente. São obras personalíssimas feitas à mão que vão encher os olhos dos apaixonados por arte.
  Está esperando o quê para estampar este troféu? Mande nos um e-mail agora e surpreenda-se!
Tags: mini guitarra, mini violão, mini contra baixo, ingresso do show.


Quadro Queen Mini Guitarra Brian May


mini guitarra brian may

mini-guitarra-queen-brian-may
     Quadro Queen Mini Guitarra Brian May. O Queen foi uma banda britânica de rock, fundada em meados de 1970. O grupo, formado por Brian May (guitarra e vocais), Freddie Mercury (piano e vocais), John Deacon (baixo) e Roger Taylor (bateria e vocais) é frequentemente citado como um dos expoentes de seu estilo, também sendo um dos recordistas de vendas de discos em âmbito mundial. A música da banda também é conhecida por ser altamente eclética, passeando por várias vertentes do rock.

     Originalmente, o Queen surgiu a partir da banda Smile, formada por Brian May, Roger Taylor e o baixista Tim Staffell. Com a dissolução desse conjunto, Freddie Mercury e John Deacon, juntamente com May e Roger fundaram um novo grupo em meados de 1970. Os seus dois primeiros álbuns alcançaram pouco sucesso, até que tornou-se internacionalmente conhecido através dos álbuns Sheer Heart Attack e, principalmente por A Night at the Opera, cujos singles "Bohemian Rhapsody" e "You're My Best Friend" alcançaram bons desempenhos nas paradas. Mais tarde, a popularidade do quarteto se estendeu com News of the World, devido aos hits "We Will Rock You" e "We Are the Champions", dando sequência a "Another One Bites the Dust", do elogiado The Game, de 1980.
mini-guitarra-queen-brian-may
     Durante a década de 1980, o Queen passou a adotar sintetizadores em suas músicas, e apesar de alguns sucessos como "Under Pressure", a banda recebeu fortes críticas da mídia especializada, perdeu grande parte de sua popularidade em território norte-americano e passou por crises internas, mesmo mantendo sua formação. Em contrapartida, The Works conteve os singles "Radio Ga Ga" e "I Want to Break Free", que alcançaram grande notoriedade no Reino Unido e em países da América do Sul, como o Brasil e Argentina. Em 1985, o conjunto realizou uma de suas performances mais memoráveis no evento Live Aid. Anos depois, o vocalista Freddie Mercury contraiu o vírus da AIDS, e após o lançamento de The Miracle e Innuendo, o artista morreu aos 45 anos de idade. Em 1995, foi lançado o último trabalho inédito do quarteto, Made in Heaven, e o baixista John Deacon aposentou-se do mundo musical.
      Nos anos seguintes, Brian May e Roger Taylor seguiram com suas carreiras solo, também tocando com vários músicos convidados. Dentre eles, destacam-se Paul Rodgers e Adam Lambert, com quem formaram, respectivamente, o Queen + Paul Rodgers e Queen + Adam Lambert. O Queen já vendeu mais de trezentos milhões de discos ao redor do mundo, tendo lançado quinze álbuns inéditos, várias coletâneas e trabalhos em vídeo. O grupo foi introduzido no Rock and Roll Hall of Fame em 2001 e ganhou uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood em 2005.
   
mini-guitarra-queen-brian-may
  Brian May fabricou sua própria guitarra que veio a batizá-la de Red Special, entre 1966 e 1967, com a ajuda do seu pai, já que não tinha dinheiro para comprar uma guitarra de grandes marcas como a Fender ou Gibson, por exemplo. A "Old Lady" foi construída artesanalmente pelo próprio Brian May, então com 16 anos, que contou apenas com algum material reciclado, além da valiosa ajuda de seu pai, um gênio da eletrônica.
Tags: mini guitarra queen, mini guitarra brian may, miniatura de guitarra brian may

Mini Ukulele

mini ukulele
    O ukulele tem sua origem no século XIX tendo como ancestrais o braguinha ou machete e o rajão, instrumentos levados pelos portugueses madeirenses, como João Fernandes, quando estes emigraram para o Havaí para trabalhar no cultivo da cana-de-açúcar naquelas ilhas. 
   Ukulele, no idioma havaiano quer dizer, dentre as interpretações possíveis, “pulga saltitante”, por causa do movimento das mãos de quem o toca. Na interpretação da rainha Liliuokalani', o nome significa "presente de longe", numa referência às origens do instrumentos. 
   Além de ser utilizado na música tradicional havaiana, o ukulele foi bastante utilizado na música popular americana. No pré-Segunda Guerra Mundial, foi utilizado por músicos de vaudeville como Roy Smeck e Cliff Edwards. Por ser portátil e relativamente barato, foi muito popular entre jovens músicos amadores durante a década de 1920, evidenciado pela impressão de diagramas de acorde para o instrumento nas partituras de música popular publicadas na época. No pós-Guerra, Mario
mini ukulele
Maccaferri produziu em larga escala ukuleles de baixo custo feitos inteiramente de plástico. Muito da sua popularidade foi cultivada pelo apresentador de TV e cantor Arthur Godfrey. Tiny Tim também se tornou um ícone do ukulele ao se apresentar com “Tiptoe Through the Tulips”.O interesse no ukulele caiu até meados dos anos 90, quando sua popularidade voltou a crescer. O conjunto Ukulele Orchestra of Great Britain, formado no final dos anos 80, faz versões de músicas pop no ukulele. 
  O músico havaiano Israel Kamakawiwo'ole também ajudou a popularizar o instrumento, especialmente com seu pot-pourri de Over the Rainbow e What a wonderful world. George Harrison era um grande apreciador do ukulele, especialmente da sua variedade banjolele, e o utilizou nas gravações de algumas faixas do seu último disco, Brainwashed. Paul McCartney, que utilizou o ukulele na música Ram On, e hoje em seus shows homenageia George Harrison com uma performance de Something no seu Gibson tamanho tenor.


Quadro Def Leppard Mini guitarra Phil Collen

mini guitarra phil collen def leppard

mini guitarra phil collen def leppard
Quadro Def Leppard Mini guitarra Phil Collen.
Def Leppard (o nome vem de Deaf Leopard, que em português significa Leopardo Surdo) é uma banda de rock formada na cidade Sheffield, Inglaterra, em 1977. Fez parte da geração chamada NWOBHM, porém tem outros estilos, como hard rock. É considerada uma das bandas mais populares do mundo e já vendeu mais de 100 milhões de álbuns mundialmente.
    Seu primeiro disco, On Through The Night, de 1980, estabelece-se entre as quinze mais das paradas de sucesso britânicas e abrem concertos dePat Traves, AC/DC e Ted Nugent. Chamam a atenção do produtor do AC/DC, Robert John "Mutt" Lange, que decide produzir o álbum seguinte,High 'n' Dry, de 1981. O álbum tem canções consideradas clássicas do grupo tais como "Let It Go", "Another Hit And Run" e "No, No, No". A canção "Bringin' on the Heartbreak" (que seria regravada em 2003 pela cantora Mariah Carey), do mesmo álbum, torna-se a primeira baladaheavy metal a tocar na MTV. Pete Willis sai da banda devido a problemas com alcoolismo e é substituído por Phil Collen, da banda Girl. E é com Collen que o grupo grava o álbum que o tornaria famoso mundialmente, Pyromania.
mini guitarra phil collen def leppard
     A música do Def Leppard inovou ao trazer uma mistura de elementos do hard rock, AOR, pop e heavy metal, com seus vocais multifacetados e harmônicos, dedilhados constantes mesmo em músicas mais pesadas e riffs de guitarra extremamente melódicos. Entretanto, mesmo tendo sido considerados uma das maiores bandas do movimento da New Wave of British Heavy Metal, em meados da década de 1980 a banda foi erroneamente associada com a crescente cena glam metal, principalmente devido ao seu sucesso comercial e produção glamourosa. Pyromania tem sido citado como o catalisador para o movimento glam metal dos anos 1980. O Def Leppard, entretanto, expressou seu desagrado à indústria "glam metal", assim como pensaram que a mesma não descreve com precisão seu estilo musical ou aparência.
   
mini guitarra phil collen def leppard
    No lançamento do álbum Hysteria, a banda desenvolveu um som característico mais linear, com ritmo cadenciado, baterias eletrônicas e as guitarras carregadas de efeitos soam revestidas por uma parede multifacetada de vocais roucos e harmonizados. O Def Leppard é uma das cinco bandas de rock que vendeu nos Estados Unidos 10 milhões de discos (cada disco) com dois álbuns originais de estúdio. Os outros são The Beatles, Led Zeppelin, Van Halen e Pink Floyd.
Tags: miniatura de guitarra Phil Collen, mini guitarra Phil Collen, guitarra em miniatura, miniatura guitarra Def Leppard. mini guitarra Def Leppard, Mini Guitarra Phil Collen

Mini Violão Bon Jovi, uma arte para os fãs!

Mini Violão Bon Jovi

     Mini violão Bon Jovi na Miniluthieria!
    A história da banda Bon Jovi começou em 1982, quando um garoto de 20 anos resolveu apostar em uma carreira musical.
Jonh Frank Bongiovi, sonhava, desde os 13 anos, em formar uma banda. Tentou dar início aos seus planos algumas vezes, mas sem sucesso.
    Diz-se que na terceira tentativa surgiu o embrião do Bon Jovi (na época chamado de "Wild Ones"), com a mesma formação que gravou o primeiro álbum do Bon Jovi, exceto pelo guitarrista. O nome Bon Jovi surgiu de uma brincadeira que os integrantes da banda fizeram com o nome de Jonh. "Runaway" que foi gravada pelo grupo estourou nas rádios de New Jersey, enquanto Jon tentava arranjar dinheiro trabalhando como faxineiro.
     A música ganhou uma nova versão e faz parte do repertório da banda. Conseguiram um contrato com a gravadora Poligram em 1 de Julho de 1983, lançaram o primeiro disco e Runaway voltou a fazer sucesso. Daí para frente a banda só ganhou fama, dinheiro e fãs pelo mundo todo.
    No começo, as música pesadas dominaram o estilo do Bon Jovi. O tempo foi transformando o grupo em "hard rock" e hoje escrevem rocks e baladas de ótima qualidade. Muitos trabalhos da banda alcançaram sucessos absolutos. Além das ótimas fases, o Bon Jovi enfrentou épocas difíceis, desejos de independência de Jon e Richie, o guitarrista.
mini violão Bon Jovi
    Nessa época, Jon lançou o álbum solo "Blaze of Glory"tema do filme "Young Guns II - Jovens demais para morrer" e Richie também lançou um disco solo, "Stranger in this town". Como se não bastasse, nessa mesma época, o tecladista da banda, David Bryan, resolveu compor trilhas sonoras para o cinema, enquanto o baterista Tico Torres pintava excelentes telas. Dois anos depois da separação, os quatro resolveram reativar a banda e logo de cara lançaram o álbum "Keep the faith" - que em português significa " Mantenha a fé".
  O CD foi um recado para os fãs que não acreditavam mais no retorno do Bon Jovi. O álbum, mais maduro e com menos posse, que representou uma mudança radical no estilo da banda, super bem aceito pelo público e colocou a banda no topo das paradas mundiais.
   Quando completou 30 anos, Jon foi papai pela primeira vez e queria ficar mais tempo com sua família, coisa que as turnês não permitiam. Começou a fazer cinema e os boatos do fim da banda começaram novamente. Para contornar a situação, o Bon Jovi lançou "Cross Road" - uma coletânea com as melhores da banda. A turnê rolou por 37 países.
    No ano seguinte, lançaram "These days" em uma turnê de 250 shows, que passaria por 45 países. Nessa época, Jon já estava prestes a se tornar pai pela segunda vez. No final da turnê do These Days, ele aceitou um convite para encenar o papel principal em "The leading man", chamado aqui no Brasil de "O Sedutor". Após as filmagens, declarou que era hora da banda dar um tempo novamente.
Em meados de 1997, Jon lança seu segundo álbum solo, chamado "Destination Anywhere" acompanhado de um mini filme promocional para a divulgação. Nesse filme, Jon contracena com Demi Moore e outros atores.
   No começo do ano seguinte Richie Sambora também lança seu segundo algum solo, chamado "Undiscovered Soul". Entre 1997 e 1999, o Bon Jovi resolveu dar um tempo pela segunda vez e o ano 2000 marcou o regresso esperado pelos fãs.
   "Crush" é o título escolhido para um novo trabalho. Em maio, "Crush" é lançado no Japão e, alguns dias mais tarde, na Europa, com uma gigantesca festa em Roma. Nos EUA, o álbum foi editado em meados de junho.
   No ano seguinte, em 2002, a banda lança o disco Bounce, inspirado, em parte, nos atentados de 11 de setembro. Em 2003 é lançado This Left Feels Right, uma coleção de regravações de seus grandes sucessos em versões diferentes das originais.
   No final de 2004, chega ao mercado o Box Set: 100,000,000 Bon Jovi Fans Can´t be Wrong, comemorando os vinte anos de existência da banda e a marca de 100 milhões de álbuns vendidos em todo o mundo.
   Em setembro de 2005 foi lançado o álbum Have a Nice Day. Em 2007, a banda lança Lost Highway, um álbum voltado ao country. Mesmo focando nesse estilo, o álbum atingiu o primeiro lugar na Billboard em vendas, algo que a banda não conseguia desde 1989, com New Jersey.
    Em 2009, a banda lançou um documentário: When We Were Beautiful, mostrando registros da turnê de Lost Highway, a mais bem sucedida do grupo. Em novembro de 2009, a banda lançou o álbum The Circle.

Tags:  violão do Bon Jovi, guitarra,mini violão Bon Jovi, contrabaixo, cifras, guitarra venda, miniatura de guitarras, música violão, mini guitarra, melhores guitarras, mini violão Bon Jovi, lojas de guitarras, comprar guitarra, mini violão Bon Jovi, guitarra preço, lojas musicais, miniatura, violão, loja de instrumentos musicais, mini violão Bon Jovi, mini violão Bon Jovi, miniluthieria.

Quadro Dire Straits Mini Guitarra Mark Knopfler

mini guitarra mark knopfler dire straits
mini guitarra mark knopfler dire straits
    Quadro Dire Straits Mini Guitarra Mark Knopfler!
    O Dire Straits gravou e lançou seu primeiro e auto-intitulado álbum em 1978 embora a banda tenha sido criada em 1977. Fez sucesso inicialmente no Reino Unido, para depois se espalhar pelo resto da Europa e então Estados Unidos. O single Sultans of Swing alcançou as paradas britânicas. O segundo álbum Communiqué foi lançado no ano seguinte. A formação da banda mudou ao longo dos anos, restando somente Mark Knopfler e John Illsley como remanescentes da formação inicial.
    Em 1980 a banda lançou seu terceiro álbum, Making Movies, marcando o início de arranjos mais complexos e produções que continuariam parecidas até o final do grupo, nos anos 1990. Contendo Romeo and Juliet, que se tornou um dos maiores hits da banda, o álbum também marcou a saída de David Knopfler enquanto sua produção ainda estava em progresso. O músico foi substituído por Sid McGinnis. Making Movies ainda contava com o tecladista Roy Bittan e foi produzido por Jimmy Iovine.
       O tecladista Alan Clark e o guitarrista Hal Lindes se uniram à banda no quarto álbum, Love Over Gold, lançado em 1982 e primeiro álbum da banda produzido por Mark Knopfler. Logo após o lançamento do álbum o baterista Pick Withers deixou a banda para uma nova carreira no jazz. Seu substituto foi Terry Williams, anteriormente no Rockpile.
mini guitarra mark knopfler dire straits
    Em 1983 foi lançado um EP contendo a canção Twisting by the Pool, sendo seguido pelo álbum ao vivo duplo Alchemy: Dire Straits Live, no ano seguinte.
   O Disco Brothers in Arms foi lançado em 1985 tornando-se, até então, o disco mais vendido do Reino Unido em todos os tempos. Alcançou também o topo das paradas em dezenas de países mundo afora, incluindo o Brasil. Foi origem de vários singles de sucesso, como o hit número 1 nos Estados Unidos Money for Nothing, que foi também o primeiro videoclipe apresentado na MTV do Reino Unido. Houve mudanças na formação da banda, com a adição do segundo tecladista Guy Fletcher e a saída de Hal Lindes durante as gravações, tendo sido substituído por Jack Sonni. Apesar disso Hal permaneceu como membro oficial da banda até o lançamento do álbum. Além disso, Terry Williams tornou-se baterista. O sucesso comercial do disco foi ajudado pelo fato de ter sido um dos primeiros álbuns completamente gravado e produzido no então novo formato CD, levando aos admiradores da nova tecnologia a venerarem o álbum.
     A turnê mundial da banda de 1985-1986 foi de sucesso fenomenal. Após tocar várias vezes no Wembley Arena, a banda também participou em 13 de julho de 1985 no Live Aid, tocando Money for Nothing com a participação nos vocais de Sting, que ajudou na composição da música. A turnê terminou no Entertainment Centre em Sydney. O sucesso do disco e a participação no Live Aid tornaram o Dire Straits a banda que mais vendeu em meados da década de 1980.
       Em 1986, após o final da turnê de suporte ao álbum Brothers in Arms, a banda estendeu-se fora da mídia e Mark Knopfler concentrou-se em projetos solo, além de trilhas sonoras. O grupo reuniu-se novamente para o concerto de aniversário de 70 anos de Nelson Mandela em 1988, que contou com outras grandes participações como o Bee Gees, Phil Collins, Eric Clapton entre outros. No mesmo ano Terry Williams deixou a banda.
     Após Knopfler ter trabalhado e participado de turnê com o Notting Hillbillies, o Dire Straits reuniu-se em 1990. O resultado foi o último álbum de estúdio da banda, On Every Street (1991), com sucesso e críticas moderadas. A turnê mundial de 1991-1992 não foi tão bem sucedida quanto a anterior. Em 1993 foi lançado o álbum ao vivo On the Night, documentando a turnê.
     Seguindo o lançamento de Live at the BBC, uma coleção de gravações ao vivo de seus anos anteriores, a banda terminou sem alardes em Junho de 1995, após Knopfler expressar não querer mais grandes turnês, partindo para um trabalho em tempo integral em material solo e trilhas sonoras de filmes, enquanto os outros integrantes partiram para carreiras distintas.

Tags: miniatura de guitarra Mark Knopfler, mini guitarra Mark Knopfler, guitarra em miniatura, miniatura guitarra Dire Straits. mini guitarra Dire Straits, Mini Guitarra Mark Knopfler

Quadro Mini Guitarra Joe Satriani


mini Guitarra Joe Satriani JS 100




mini guitarra ibanez js 100 joe satriani
        Quadro Guitarra Joe Satriani!
   Descendente de família italiana, Satriani, nasceu em Westbury (Nova Iorque) em 1956. Seu primeiro contato com a música foi com a bateria. Aprendeu a tocar folk, blues e jazz com o pai, tio e amigos. Foi inspirado a tocar guitarra aos 14 anos, após ouvir a notícia de que Jimi Hendrix havia morrido. Assim, começou a ter aula musical com o guitarrista de jazz Billy Bauer e com o pianista de jazz Lennie Tristano, que exerceu grande influência na técnica de Satriani.
   Satriani é amplamente reconhecido como um virtuoso guitarrista de rock pela sua habilidade invejável. Ele domina muitas técnicas sobre o instrumento, incluindo legato, two-handed tapping e arpejo, volume swells (ondas de volume), harmônicas e extrema whammy bar effects.
mini guitarra Joe Satriani JS 100    Durante passagens rápidas, Satriani aplica uma técnica de legato (alcançada principalmente através de hammer-ons e pull-offs) que produz acorde suave e fluido. Tem como uma das características de sua marca de composição o uso da chamada Pitch axis theory, que ele aplica com uma variedade de modos. No álbum Not of This Earth, a canção "The Enigmatic", é inteiramente tocada com a chamada "Escala Enigmática" - daí o nome da canção.
Satriani , da mesma forma que Steve Vai, Yngwie Malmsteen e outros guitarristas que incorporam velocidade e precisão técnica, tem sido criticado por aqueles que preferem estilos mais simples de composição.
    Seu sucesso é notável em um gênero tipicamente hostil aos músicos instrumentais. Satriani já recebeu 15 indicações ao Grammy Awards e vendeu mais de 10 milhões de discos no mundo inteiro. Muitos de seus fãs o chamam de "Satch", uma forma abreviada de Satriani, assim como os seus amigos de muitos anos.
mini guitarra Joe Satriani JS 100   Satriani usa uma variedade de equipamentos. A maioria das suas guitarras são Ibanez, incluindo a JS100, JS1000, e JS1200 que geralmente apresentam captação DiMarzio PAF Joe ou PAF Pro na posição do captador do braço e um DiMarzio Fred ou Mo Joe na ponte. As guitarras Ibanez JS fazem parte da sua linha de assinatura e apresentam o Edge Pro, que é o sistema de trêmolo exclusivo da Ibanez. O espelho de prata da guitarra que ele usou no DVD “Live in San Francisco” é chamado Chrome Boy, por razões óbvias.

  Satriani usou uma grande variedade de amplificadores de guitarra ao longo dos anos, como o Marshall em 2001, mas decidiu adotar apenas dois JSXs Peavey: um para apresentações e o outro como backup, porem em 2012 lançou uma nova linha de amplificadores pela Marshall. Seus pedais de efeitos incluem o alguns pedais signature da vox, Digitech Whammy, BOSS DS-1, Fulltone Ultimate Octave, e Electro-Harmonix POG (Polyphonic Octave Generator).
Tags: Mini Guitarra Joe Satriani, mini violão, miniatura de guitarra, minatura de instrumentos musicais. guitarra em miniatura, compre Mini Guitarra Joe Satriani, decoração Quadro Mini Guitarra Joe Satriani, mini violão

Quadro do AC/DC com Guitarra Angus Young

mini guitarra Angus Young AC/DC
miniatura de guitarra Angus Young  AC/DC é uma banda de rock formada em Sydney, Austrália em 1973 pelos irmãos Angus e Malcolm Young. A banda é normalmente classificada como hard rock e considerada uma das pioneiras do heavy metal, juntamente com bandas como Led Zeppelin, Black Sabbath, Thin Lizzy, Judas Priest e Deep Purple. No entanto, os seus membros sempre classificaram a sua música como rock and roll.
    O AC/DC passou por várias mudanças de alinhamento antes de lançarem o seu primeiro álbum, High Voltage, em 1975. A formação manteve-se estável até o baixista Cliff Williams substituir Mark Evans em 1977. Em 1979, a banda gravou o seu bem-sucedido álbum Highway to Hell. O vocalista e co-compositor Bon Scott faleceu a 19 de fevereiro de 1980, após consumir na noite anterior uma grande quantidade de álcool. O grupo considerou por algum tempo a separação, mas rapidamente o ex-vocalista dos Geordie, Brian Johnson, foi selecionado para o lugar de Scott. Mais tarde nesse ano, a banda lançou o seu álbum mais vendido, Back in Black.
mini guitarra AC/DC

     O álbum seguinte da banda, For Those About to Rock (We Salute You), foi também bem sucedido e tornou-se o primeiro álbum de heavy metal a atingir o 1º lugar nos Estados Unidos. O AC/DC caiu em popularidade pouco após a saída do baterista Phil Rudd em 1983. As fracas vendas continuaram até ao lançamento de The Razor's Edge em 1990. Phil Rudd regressou em 1994 e contribuiu para o álbum de 1995 da banda, Ballbreaker. Stiff Upper Lip foi lançado em 2000, tendo sido bem recebido pela crítica. Planos para um novo álbum foram anunciados em 2004, sendo cumpridos em 2008, com o lançamento do álbum Black Ice no dia 20 de outubro de 2008.
    O AC/DC já vendeu mais de 200 milhões de cópias em todo o mundo, incluindo 71 milhões somente nos Estados Unidos.11 Back in Black já vendeu cerca de 43 milhões de cópias mundialmente, do quais 22 nos Estados Unidos, fazendo dele o 2º álbum mais vendido de todos os tempos e o 5º mais vendido nos Estados Unidos. AC/DC ficou em quarto na lista da VH1 dos "100 Maiores Artistas de Hard Rock" e foram considerados pela MTV a 7ª "Maior Banda de Heavy Metal de Todos os Tempos" e em 2004, a banda ficou em 72º na lista dos "100 Maiores Artistas de Todos os Tempos" feita pela revista Rolling Stone.

Tags: miniatura de guitarra Angus Young, mini guitarra Angus Young AC/DC


Mini violão TXAI de Milton Nascimento, o Gênio da MPB

mini violão Txai de Milton Nascimento
mini violão Txai de Milton Nascimento
    O mini violão TXAI de Milton Nascimento, seu xodó, foi tema da última obra do artesão, que seguirá para Portugal a pedido de um fã da MPB e da música de Milton.
  Milton Nascimento , o popular "Bituca", é reconhecido mundialmente como um dos mais influentes e talentosos cantores e compositores da Música Popular Brasileira. Nascido no Rio de Janeiro e  mineiro de coração, tornou-se conhecido nacionalmente, quando a canção "Travessia", composta por ele e Fernando Brant, ocupou a segunda posição no Festival Internacional da Canção, de 1967. Tem como parceiros e músicos que regravaram suas canções, nomes como: Wayne Shorter, Pat Metheny, Björk, Peter Gabriel, Sarah Vaughan, Chico Buarque, Gal Costa, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Fafá de Belém e Elis Regina. Já recebeu 5 prêmios Grammy. Em 1998, ganhou o Grammy de Best World Music Album in 1997. Milton já se apresentou na América do Sul, América do Norte, Europa, Ásia e África.
       Até agora, Milton Nascimento já gravou trinta e quatro álbuns. Cantou com dúzias de outros artistas, incluindo Angra, Maria Bethânia, Elis Regina, Gal Costa, Jorge Ben Jor, Caetano Veloso, Simone, Chico Buarque, Clementina de Jesus, Gilberto Gil, Beto Guedes, Paul Simon, Peter Gabriel (com quem co-escreveu a faixa "Breath after Breath" do Duran Duran), Herbie Hancock, Quincy Jones, Jon Anderson e Andreas Vollenweider.
mini violão Txai de Milton Nascimento
Conteúdo Toca Comunicação
      Em vídeo, para a Toca Comunicação, Milton apresenta o Txai, seu violão-xodó, e conta o significado do nome que acabou dando título ao álbum lançado pelo cantor em 1990. A ideia de reproduzir o mini violão Txai de Milton Nascimento surgiu da entrevista.
       TXAI, nas palavras de Milton significa: "Mais que amigo, mais que irmão! A metade de mim que existe em você e a metade de você que existe em mim”.

Tags: mini violão Txai de Milton Nascimento, mini guitarra, mini violão, MPB

Quadros de Mini Guitarras do Beatles Exclusivos

Quadros de Mini Guitarras do Beatles, Paul McCartney, John Lennon e George Harrison
     Os Quadros de Mini Guitarras do Beatles da Miniluthieria vão surpreender os fãs dos Beatles!
   São miniaturas de guitarras e baixos inspiradas nos instrumentos que embalaram uma geração. Todos os instrumentos são elaborados e construídos com técnicas desenvolvidas pelo artesão. O emprego da madeira, do trabalho manual e a riqueza nos detalhes diferenciam essa arte das demais, tornando cada peça uma exclusividade. 
    Peça seu quadro personalizado direto com o artista através do nosso link Contato e Encomenda e tenha um atendimento diferenciado, além da certeza de adquirir uma obra única!

Tags: Quadros de Mini Guitarras do Beatles

Quadro Miniatura Guitarra Slash

mini guitarra Slash
mini guitarra Slash
      Slash sempre recebeu aclamação mundial da crítica, sendo hoje considerado um dos melhores guitarristas de todos os tempos e uma grande influência para artistas atuais. Em 2005, Slash foi nomeado o melhor guitarrista de todos os tempos pela revista Esquire, e em 2007 a revista Metal Hammer o chamou de "o senhor dos riffs" na quarta edição do Golden Gods Awards. Em 2008, Slash ficou em vigésimo primeiro lugar na lista da Gigwise dos "50 Maiores Guitarristas da História", e no ano seguinte ele foi vice-líder na lista dos "10 Melhores Guitarristas" feita pela revista Time. Em 2011, a conceituada revista Rolling Stone o deixou em sexagésima quinta posição em sua lista dos "100 Maiores Guitarristas de Todos os Tempos".
miniatura de guitarra       Em 2004, o solo inicial de Slash na canção "Sweet Child O'Mine" ficou no topo da lista da Total Guitar dos "100 Maiores Riffs", e seus solos nas canções "Paradise City", "Welcome to the Jungle" e "Out Ta Get Me" também entraram na lista, na décima nona, vigésima primeira e quinquagésima primeira posição nessa ordem. Em 2006, na mesma revista, o solo de "Paradise City" foi votado pelos leitores em terceiro lugar na lista dos "100 Riffs de Guitarra Mais Quentes", enquanto que os solos em "Sweet Child O'Mine" e "November Rain" foram votados em trigésimo e octogésimo segundo lugar nessa lista. Em 2008, a Guitar World colocou o solo de "November Rain" em sexto lugar na lista dos "100 Greatest Guitar Riffs", enquanto que o solo de "Sweet Child O'Mine" ficou em trigésimo sétimo lugar. Em 2010, os leitores dessa mesma revista deixaram o solo de "Slither" em segundo lugar na lista dos "50 Maiores Riffs da Década", enquanto que o solo de "By the Sword" ficou em vigésimo segundo lugar.
         Em 2007, Slash ganhou uma estrela na Calçada da Fama do Rock, ao lado de Jimmy Page, Eddie Van Halen e Jimi Hendrix, e em 2010 ele foi homenageado no Sunset Strip Music Festival, quando o prefeito de Los Angeles declarou aquele 26 de agosto como o "dia do Slash". Em 2012, o guitarrista foi introduzido no Corredor da Fama do Rock and Roll como parte da formação clássica do Guns N' Roses, apresentando no evento as canções "Paradise City", "Sweet Child O'Mine" e "Mr. Brownstone" ao lado de Duff McKagan, Steven Adler, Matt Sorum e Gilby Clarke, todos ex-membros do Guns N' Roses, sendo que Myles Kennedy foi convidado para os vocais, enquanto que Axl Rose, Dizzy Reed e Izzy Stradlin não compareceram. Mais tarde naquele ano, Slash ganhou uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood, localizada bem em frente ao Hard Rock Cafe, no centro da famosa avenida Hollywood Boulevard.
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Slash

Zeca Baleiro - Mini Guitarra inspirada no modelo Yamaha SG1500

  
mini guitarra Zeca Baleiro

Guitarra Zeca Baleiro
 Zeca começou sua carreira compondo melodias e músicas para peças infantis de teatro, onde se destacou pela qualidade de suas letras. Mudou-se para Belo Horizonte, onde cantava pelos bares da cidade. Foi morar em São Paulo, onde dividia um apartamento com seu parceiro musical Chico César. Apesar de sua carreira musical já existir 12 anos antes de gravar seu primeiro disco em 1997, seu salto para a fama foi em sua participação no Acústico MTV de Gal Costa com a canção "A Flor da Pele", que lhe valeu projeção nacional. Nos anos seguintes gravou mais cinco discos com participação de outros cantores do Brasil, muitos dos quais são seus parceiros em composições como: Chico César, Rita Ribeiro, Lobão, O Teatro Mágico, Arnaldo Antunes, Zé Geraldo, Paulinho Moska, Lenine, Fagner, Zeca Pagodinho, Genival Lacerda e Zé Ramalho. Sua música deriva de muitos ritmos tradicionais brasileiros: samba, pagode, baião com elementos do rock, pop e música eletrônica com um modo muito particular de tocar violão. Em 2012, o Charlie Brown Jr. convidou o Zeca Baleiro, e ambos gravaram juntos a versão ao vivo da canção Proibida pra Mim (Grazon) no CD/DVD Música Popular Caiçara (Ao Vivo), lançado em Maio de 2012.
miniatura de guitarra

    Ainda em 2012, Zeca produziu o álbum Praça Tiradentes, de Odair José, que saiu com o selo Saravá Discos (que é a gravadora de Zeca).

     Em 2014, Zeca lançou seu segundo livro de crônicas, “A Rede Idiota e outros textos”, com artigos publicados na revista IstoÉ e no blog Questões Musicais, da revista piauí, além de textos publicados em diversos jornais e revistas e outros escritos especialmente para o livro.